Dúvidas Frequentes

Perguntas e respostas frequentes sobre a ferramenta

Por que a navegação não é tão rápida no ambiente seguro?

Toda a navegação ocorre remotamente em um dos nossos servidores, fora do seu computador, portanto, a experiência de navegação não será tão rápida quanto acessando o site diretamente. Porém, em nossos testes, a velocidade dos servidores tem sido suficiente para a tarefa de navegar sem problemas. Considere que a velocidade da SUA conexão também pode afetar a sua experiência e dificultar a captura. Neste caso é importante saber que a vídeo captura não será afetada por este problema.

Como a Verifact pode ser comparada à ata notarial?

A captura técnica não possui a fé pública do tabelião e não pode ser comparada com a ata notarial.  O que a ferramenta faz é gerar confiança na prova a partir de recursos de tecnologia, e no caso de dúvidas, há um conjunto de detalhes que podem embasar o parecer de um perito, que pode comprovar a autenticidade do conteúdo.

Qual a segurança para eu logar com minha senha no Facebook ou outros sites?

Toda vez que você faz uma captura, um novo ambiente seguro exclusivo é criado, sem qualquer influência do anterior. Neste ambiente as teclas digitadas não são gravadas de nenhuma forma. Ao finalizar, o ambiente é destruído e todos os dados gerados na sessão (inclusive os cookies da autenticação) são apagados com sobreposição de dados randômicos por 5 vezes (Método Gutmann). Este procedimento não deixa vestígios da sua autenticação nos sites.

Além disso, toda a comunicação entre os servidores é encriptada com protocolos SSL/TLS seguindo os padrões de segurança do mercado.

Como a ferramenta certifica digitalmente a prova?

Na geração do laudo, o PDF é certificado com um carimbo de tempo ICP/Brasil (cadeia de chaves públicas da Autoridade Certificadora Brasileira - Instituto Nacional de Tecnologia da Informação / Casa Civil da Presidência da República).  Este carimbo protege o laudo de alterações e comprova a data e hora em que o documento foi gerado de maneira não refutável. 

Logo disponibilizaremos um verificador automático da integridade e validade da captura.

Como é evitada a fraude no conteúdo?

O ambiente de captura oferece segurança em um ambiente controlado que evita a contaminação da prova e que o conteúdo seja fraudado durante a coleta de dados. 

Toda a navegação e coleta ocorre em nossos servidores, sem as possibilidades técnicas de fraudar o conteúdo que qualquer pessoa encontra em seu computador ou de um terceiro, além de diversas funções que poderiam ser usadas para tentar alterar o conteúdo estarem desativadas.

Como faço para validar a integridade da prova?

No momento, o único meio de verificar se os arquivos não foram alterados é por meio do método manual de verificação constante dentro do laudo.

Logo disponibilizaremos uma verificação de integridade automatizada que facilitará a validação da prova.

Por que o vídeo foi usado na captura técnica?

A gravação permite captar áudios, vídeos (Youtube e outros), detalhes que possam passar despercebidos e todo o processo que levou até a informação registrada. Uma de suas funções também é dar contexto à prova, aumentando suas chances de ser considerada verdadeira. Além disso, o vídeo produz um material rico para uma possível perícia.

Existe, também, a opção de registrar telas estáticas (prints) a qualquer momento da captura. Posteriormente, elas serão incluídas no resultado da captura técnica.

Há garantias de que a captura técnica será aceita em juízo?

A Verifact buscou diversas tecnologias para gerar confiança no registro da prova digital, inclusive um recurso emitido por fonte controlada pelo Governo Federal (carimbo de tempo ICP/Brasil).  Tudo feito em um ambiente com medidas que evitam a fraude do conteúdo em um nível superior de segurança, se compararmos aos meios de registro atuais.

Porém, os recursos tecnológicos estão sendo introduzidos no meio jurídico brasileiro com pequenos passos, portanto, não há garantias de aceitação da captura técnica pelos tribunais.