logo-anim

Registro de provas digitais

A Verifact facilita o registro de provas digitais para uso judicial. 

Faça registros no Whatsapp (web), Facebook, Instagram (web), Youtube, Webmails (Gmail, Outlook, Zimbra...), Sites de notícias, Blogs e outros sites com fundamentos técnicos e jurídicos.

O PRIMEIRO REGISTRO É GRATUITO!

Depois, você só paga quando usar novamente!

Apenas R$69 R$29* por registro

Créditos pré-pagos adquiridos com cartão de crédito ou boleto bancário.

* Valor promocional por tempo limitado. Captura com tempo máximo de 30 minutos.

Assísta aos vídeos e veja como é rápido, fácil e seguro:

Tutorial geral sobre a ferramenta

Como registrar provas no Facebook

Como registrar provas no Webmail/Gmail

Como registrar provas no Whatsapp

Com a Verifact você pode capturar provas em

ICONS_VERIFACT01-01

REDES SOCIAIS

Facebook, Twitter, Reddit e outros.

ICONS_VERIFACT01-02

CHATS

Whatsapp através da interface web, com registro de áudio e vídeo.

ICONS_VERIFACT01-03

WEBMAILS

Gmail, Yahoo, Outlook e outros.

ICONS_VERIFACT01-04

LOJAS VIRTUAIS

Submarino, Mercado Livre e outros.

ICONS_VERIFACT01-05

YOUTUBE

Com registro de áudio e vídeo.

ICONS_VERIFACT01-06

SISTEMAS CORPORATIVOS

Desde que sejam acessíveis pela internet.

ICONS_VERIFACT01-07

BLOGS E NOTÍCIAS

Sites de notícias ou blogs como Estadão, Folha, O Antagonista e outros.

ICONS_VERIFACT01-08

OUTROS SITES

A plataforma é compatível com a maioria dos sites disponíveis na internet.

Por que usar?

Validade e Confiança

O registro realizado pela Verifact pode ser usado em processos judiciais segundo do Código de Processo Civil (artigo 369 do CPC/2015).  Além disso, as técnicas envolvidas no registro e a efetividade nos meios usados para evitar fraudes, criam uma prova com alta confiança na sua veracidade.

Veja  a fundamentação jurídica

Segurança

A plataforma usa várias práticas de segurança indicadas por especialistas do mercado. Dentre vários recursos, encriptação ‘post quantum’ (resistente à computadores quânticos) , assinaturas certificadas ICP/Brasil, comunicação segura entre usuários e servidores (TLS), armazenamento de dados com encriptação AES256, uso de fornecedores confiáveis e muitos outros.

Veja a fundamentação técnica

Rigor Técnico

O serviço emprega procedimentos técnicos para registrar e preservar provas digitais em conformidade com a ABNT NBR ISO/IEC 27037:2013. Além do uso de um recurso regulamentado para prova de existência e preservação de integridade. Todo o procedimento é executado em um ambiente isolado e renovado à cada registro.

O problema em usar “Prints de tela”

Usar somente as imagens da tela gera insegurança no processo. São provas frágeis e facilmente desqualificadas pela outra parte. São passíveis de alteração ou fabricação, não possuem uma forma confiável de provar o momento em que foram capturadas, não contém metadados técnicos suficientes para a avaliação de um perito, entre outros problemas.

Site_elements_02

Dúvidas Frequentes

Perguntas e respostas frequentes sobre a ferramenta

A prova registrada pela Verifact é válida em juízo?

A captura técnica realizada pela Verifact pode ser usada para fins judiciais. Segundo o novo código do processo a prova pode ser representada por qualquer meio legal (e moralmente legítimo) apto a demonstrar a verdade dos fatos alegados e a influir eficazmente na convicção do juiz (artigo 369 do CPC/2015).

Neste contexto, a Verifact oferece um material probatório com alta confiança, através do uso de técnicas periciais, medidas efetivas para evitar fraudes no registro, coleta de metadados detalhados do fato digital, método de preservação de integridade e o uso de assinaturas certificadas na finalização do laudo.

Para gerar prova de existência, o serviço usa o Carimbo de Tempo ICP/Brasil, um recurso regulamentado no Brasil  (MP 2.200-2/2001) que gera prova irrefutável do momento da conclusão do laudo do registro.

Veja mais na página de fundamentação.

Como a Verifact pode ser comparada ao registro em Blockchain?

O registro em Blockchain cumpre uma função semelhante ao uso do Carimbo de Tempo ICP/Brasil.  Porém, enquanto a Blockchain ainda precisa abrir um caminho de aceitação no meio jurídico, o Carimbo de Tempo já possui isso garantido pela  MP 2200-2/2001 que regulamentou este recurso.

No caso das provas digitais, o uso da Blockchain ou Carimbo de Tempo gera apenas prova de existência e integridade da informação, porém isto não dá qualquer indício de veracidade do conteúdo registrado. O mero registro com estes recursos torna a prova frágil ao questionamento quanto a autenticidade do seu conteúdo.

A grande diferença é que a Verifact criou uma metodologia para gerar alta confiança na veracidade do conteúdo registrado no meio digital, com meios EFETIVOS de evitar fraudes e contaminação das provas no momento em que são coletadas da internet.  Esta proteção consegue impedir até mesmo que USUÁRIOS AVANÇADOS na área de tecnologia consigam fraudar uma prova digital.

Como a Verifact pode ser comparada à ata notarial?

Enquanto o tabelião usa da fé pública para certificar e criar uma prova de existência do material, a Verifact usa o Carimbo de Tempo ICP/Brasil.  Um recurso que faz parte do sistema de Certificação Digital Brasileiro, gerido pelo Governo Federal e responsável pelos certificados eCPF e eCNPJ e regulamentada na MP 2200-2/2001

Por outro lado, o registro da ata notarial não segue técnicas efetivas para evitar fraudes e contaminações nas provas digitais, ou metadados técnicos que permitam a auditoria posterior do fato digital registrado. 

Já a Verifact usa diversas técnicas para o registro do fato e medidas que efetivamente evitam a fraude no uso do serviço.

WhatsApp Fale conosco